TELEVENDAS: (11) 4638-7875 | Whatsapp: (11) 98259-2619

Condições Especiais Toy Sexshop

Ducha Higiênica Anal: Como usar e seus benefícios

Sabemos que um momento de intimidade pode ser atrapalhado com determinadas surpresas. O tesão em torno da oportunidade da prática sexual ou até da própria prática em si, pode acabar se algo errado for falado, ou se determinada lingerie ou rouba debaixo for usada, ou até de certos odores forem identificados em determinados lugares.

Logo, imagine o que a presença inesperada de fezes pode causar durante uma penetração anal? Não tem coisa pior para quebrar um clima e estragar de vez um momento que tinha tudo para ser especial.

Felizmente, a tecnologia em torno de um acessório pode ajudar nesse probleminha... A ducha higiênica anal! Você já ouviu falar nela?

O que é a ducha higiênica anal?

Utilizado para higiene pessoal, o aparelho simula o famoso “chuveirinho” preso aos chuveiros tradicionais. Com um compartimento para estimular o fluxo da água ou qualquer outro líquido próprio para esse fim e outro para liberar a solução, a ducha higiênica anal introduz o líquido pelo canal retal, trazendo para fora em seguida todos os resíduos fecais presentes pelo caminho.

É através da ducha higiênica que a “chuca” é feita – apesar de que esse processo não depende exclusivamente desse aparelho, podendo ser realizado também com a mangueira do chuveiro (ainda que este não seja o indicado, visto que ela não é apropriada especificamente para esse fim).

Como usar?

Após aplicar a solução na ducha higiênica anal, introduza a ponta do aparelho responsável por liberar o líquido no ânus e, em seguida, pressione a outra ponta para que o processo tenha início. Nesse caso, recomenda-se apenas a água, água misturada com sabonete líquido ou até líquidos específicos para limpeza íntima.

Depois disso, é necessário forçar a região anal para que a solução seja liberada para fora. O movimento é similar ao de evacuar, e o ideal é fazê-lo num recipiente específico, visto que as impurezas sairão junto do líquido aplicado.

Cuidados específicos

Lembre-se de sempre higienizar a ducha anal com água, sabão e álcool, tanto antes como depois do uso. Para secar, priorize sempre descartáveis, nunca panos ou toalhas feitas de tecido. O mais indicado aqui é o papel toalha.

Para armazenamento, não há contra indicações, mas evite deixar o utensílio em locais muito quentes ou guardado no armário por muito tempo, para evitar deterioração do material que compõe a ducha higiênica anal.

Outro cuidado pode ser notado também na frequência de uso: se a utilização for superficial, ou seja, para a limpeza externa da região do ânus (neste caso, simulando o que um bidê feria), pode ser feita diariamente. Entretanto, para limpeza do canal retal, é necessário bom senso, evitando a utilização diária ou muito frequente. Isso porque a ducha pode causar lesões na mucosa retal, sangramento, hemorroidas e demais infecções. Além disso, pode piorar o quadro de prisão de ventre ou alterar a flora bacteriana.

Por fim, o uso frequente da ducha higiênica anal para limpeza retal pode colaborar também com o intestino preguiçoso, visto que o corpo vai se acostumar a evacuar apenas com estímulos causados pela introdução.

Você já pensou em agregar a ducha anal para sua higiene pessoal? Já teve problemas como os citados no início da publicação e procura evita-los? Não deixe de compartilhar suas experiências conosco através da seção de comentários!

Deixe uma resposta